PERFIL SENSORIAL DE MÉIS DE Apis mellifera L., 1758 (HYMENOPTERA, APIDAE) PRODUZIDOS NA MICRORREGIÃO DE CATOLÉ DO ROCHA – PB

Alexandre Ferreira Arnaud, Rosilene Agra da Silva, Leds Lene dos Santos Araújo, Ricardo José dos Santos Júnior, Deusdedith Antonio de Oliveira Junior
2008 Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável  
Tendo em vista que a aceitabilidade do mel pelos consumidores é devido a sua cor, aroma e sabor, objetivou-se com este trabalho caracterizar através do Perfil Sensorial, amostras de méis produzidos por Apis melífera L. em municípios da microrregião de Catolé do Rocha, contribuindo na identificação organoléptica dos diversos tipos de méis produzidos na microrregião. Através da Analise Sensorial podemos determinar a aceitabilidade e a qualidade do mel, com auxilio dos órgãos humanos dos sentidos.
more » ... Os méis utilizados na pesquisa foram obtidos diretamente de apicultores, produzidos no período de novembro de 2006 a maio de 2007, sendo os mesmos embalados e armazenados em recipientes plásticos, totalizando seis amostras coletadas, são elas Oiticica (Licania rigida Benth.) (predominância) + Juazeiro (Ziziphus joazeiro Mart.), Juazeiro (Ziziphus joazeiro Mart.) (predominância), Marmeleiro (predominância) + Velame (Croton campestris St. Hil.), Vassorinha de Botão (Borreria capitata) (predominância), Silvestre (amarra cachorro, jitirana (Ipomoea bahiensis Willd), alfazema) e Velame (Croton campestris St. Hil.) (predominância). O mel de marmeleiro apresentou cor variando entre o amarelo escuro, âmbar e âmbar claro; aroma característico e caramelo e sabor característico e melaço. O mel de Juazeiro apresentou cor variando entre âmbar e amarelo escuro; aroma característico e queimado/fumo/amendoim e sabor característico, caramelo e melaço. O mel de Vassourinha de Botão apresentou-se de cor âmbar; aroma característico e sabor característico e acido. O mel de Oiticica + Juazeiro apresentou cor âmbar escuro; aroma queimado/fumo/amendoim, floral e característico e sabor remédio e acido. O mel de flores Silvestres apresentou cor variando entre âmbar claro e amarelo claro; aroma floral e característico; sabor floral e característico. O mel de Velame apresentou cor variando entre âmbar claro e amarelo escuro; aroma de melaço e fermentado; sabor remédio e ácido.
doaj:15fbd9bc1d484d1b906667e0b0d9daca fatcat:bz5uz6tk2bbhnjqxrqj34lj6ky