Relação entre solos e unidades da paisagem no ecossistema Pantanal

Evaldo Luis Cardoso, Sandra Aparecida Santos, Catia Urbanetz, Amaury de Carvalho Filho, Uebi Jorge Naime, Marx Leandro Naves Silva, Nilton Curi
2016 Pesquisa Agropecuária Brasileira  
Resumo O objetivo deste trabalho foi avaliar as variações nos solos e em seus atributos químicos sob diferentes unidades da paisagem no ecossistema Pantanal, na sub-região da Nhecolândia, no Mato Grosso do Sul. As unidades da paisagem avaliadas incluíram: FS, floresta semidecídua; CE, cerradão; CC, cerrado/campo cerrado; CLE, campo limpo com Elionurus muticus; CLA, campo limpo com Axonopus purpusii e Andropogon spp.; BB, bordas de baías; e VB, vazantes/baixadas. Perfis de solos representativos
more » ... os representativos de cada unidade da paisagem foram descritos morfologicamente, e os atributos químicos foram determinados nas profundidades de 0,00-0,05, 0,05-0,10, 0,10-0,15 e 0,15-0,20 m. Os solos apresentaram textura arenosa, baixo teor de matéria orgânica, e baixa capacidade de troca catiônica e aniônica. A principal diferenciação entre os solos avaliados foi a fertilidade natural, a qual foi mais elevada sob FS, especialmente nas camadas mais superficiais e nos horizontes abaixo de 2 m de profundidade. A qualidade química do solo é capaz de discriminar as unidades da paisagem em três diferentes grupos: 1, FS; 2, CE; e 3, CC, CLE, CLA, BB e VB.
doi:10.1590/s0100-204x2016000900023 fatcat:vcdamwuaqrcyzopxhomltyzezu