Telemonitoramento como estratégia de cuidado longitudinal a grupos prioritários em tempos da COVID-19: uma experiência na atenção primária à saúde do município de Vitória-ES

Alana Pereira Rodrigues, Carla Rosa Felipe, Denise Bussú Lima, Luana Roberta Oliveira Costa, Patrícia Felisberto Fernandes, Rhaviny De Paula Pêgo Silva, Rivana Marília Fernandes, Welington Serra Lazarini
2020 APS EM REVISTA  
Com a pandemia da COVID -19, a atenção primária em saúde sofreu alterações tanto físicas quanto logísticas em todo o mundo para adaptar-se a essa situação emergencial. Enquanto os esforços dos gestores do sistema de saúde se orientaram prioritariamente para a organização dos serviços para a recepção dos casos suspeitos da COVID-19, o presente artigo relata uma estratégia de telemonitoramento dos pacientes que necessitam de acesso aos cuidados programados. Organizados em grupos prioritários pela
more » ... s prioritários pela equipe, o trabalho é realizado pelos Agentes Comunitários de Saúde, com suporte do Núcleo de Apoio de Saúde da Família. Adotada com o objetivo de garantir acesso ao cuidado, recursos e informações de saúde para a população de quase 12 mil habitantes atendidas por uma Unidade de Saúde do município de Vitória/ES, a iniciativa tem mostrado resultados satisfatórios.
doi:10.14295/aps.v2i2.100 fatcat:jqztkbvxejcrvmkocf23rocqmy