A TECNOLOGIA COMO SUPLEMENTO CURRICULAR: NOVAS POSSIBILIDADES PARA ALÉM DA FERRAMENTA EM SI

Ana Paula Pereira Marques de Carvalho
2014 e-Mosaicos  
RESUMO O presente texto visa destacar as potencialidades da articulação entre currículo e tecnologia, de modo a instigar, nos profissionais de educação, reflexões acerca das possibilidades de um trabalho em sala de aula que extrapolem a utilização dos aparatos tecnológicos apenas como mais uma ferramenta. Assim, propomos a análise dessa articulação baseada no conceito de suplemento de Jacques Derrida, pois, sob o prisma da suplementaridade, significamos esse entrelace como uma produção de
more » ... a produção de camadas de sentidos que se deslocam continuamente, acrescentando e modificando o conhecimento de um modo geral. Esse viés de análise nos permite inferir que a tecnologia é partícipe de um processo curricular compreendido como enunciação cultural. Assim, através das ambivalências, com base em Homi Bhabha, entendemos que os sentidos se hibridizam e simultaneamente se irrompem em múltiplas possibilidades, produzindo novas camadas de sentidos no movimento de significação entre currículo e tecnologia. PALAVRAS-CHAVE: Currículo -Tecnologia -Suplemento -Hibridismo -Produção de Sentidos. ABSTRACT This paper aims at highlighting the potential of the relationship between curriculum and technology in order to foster professional educators' reflections about the possibilities of a work in the classroom that go beyond the use of technological devices as just another tool. Thus, we propose the analysis based on the supplement concept of Jacques Derrida. Therefore, from the perspective of supplementarity, we can discuss the production of layers in a continuum moving, adding up and modifying knowledge in general. This analysis allows us to infer that the technology is a participant in a curriculum process as a cultural enunciation. So, through the ambivalences, based on Homi Bhabha, we understand that the senses are hybridized and simultaneously burst into multiple possibilities, producing new layers of meaning in movement between curriculum and technology.
doi:10.12957/e-mosaicos.2014.12831 fatcat:jb72lzblsnhgtk4ajttbtx4ufe