Acúmulo de silício em plantas de arroz do ecossistema de várzea submetido à aplicação de diferentes fontes

Lucélia Alves Ramos, Gaspar Henrique Korndörfer, Antonio Nolla
2008 Bragantia  
A baixa produtividade brasileira de arroz decorre, principalmente, da reduzida fertilidade do solo e alta suscetibilidade a algumas doenças. A adubação com silício pode ser uma alternativa no sentido de amenizar, sobretudo, o impacto das doenças sobre a produtividade. No intuito de identificar fontes eficientes quanto ao fornecimento de Si para a cultura do arroz, foi instalado um experimento em vasos, utilizando-se Neossolo Quartzarênico Órtico típico, em delineamento em blocos casualizados.
more » ... cos casualizados. As fontes de Si utilizadas foram siligran e silicon, nas formas granulada e pó, na dose de 200 mg kg-1 de Si. A curva de resposta a Si foi estabelecida pela aplicação de uma fonte-padrão (Wollastonita) nas doses de 0, 50, 100, 200, 400 mg kg-1 de Si, visando obter uma curva de resposta. Após a semeadura da cultivar de arroz Rio Formoso, avaliou-se a produção de massa seca da parte aérea, massa de panículas, produção de grãos, Si acumulado na planta e teores de Si no solo. A fonte-padrão Wollastonita apresentou comportamento linear, aumentando o Si disponível no solo e a absorção pelo arroz com o aumento das doses aplicadas. Os maiores aumentos, nos teores de Si na parte aérea, casca, Si acumulado e na massa seca total foram proporcionados pela Wollastonita. A fonte que proporcionou maior aumento na produtividade de grãos foi silicon na forma de pó. O extrator ácido acético extraiu maiores quantidade de Si do solo em relação ao cloreto de cálcio, superestimando os resultados.
doi:10.1590/s0006-87052008000300025 fatcat:36lettu2zfcwni63f3m7pmy6ey