Eu digo não, ela diz sim: a violência conjugal no discurso masculino

Sandra Lúcia Belo Alves, Normélia Maria Freire Diniz
2005 Revista Brasileira de Enfermagem  
Este estudo tem como objetivo analisar a violência conjugal a partir das representações masculinas. Metodologicamente optou-se por uma abordagem qualitativa, tendo como referencial a Teoria das Representações Sociais. Participaram da pesquisa, dez homens adultos residentes na Comunidade do Calafate, bairro de San Martin-Salvador-BA, que tiveram um relacionamento conjugal de, no mínimo, 2 anos. Para coleta de dados se utilizou a entrevista semi-estruturada. Como resultados observamos que os
more » ... ervamos que os sujeitos apóiam-se no processo de socialização do homem e da mulher, para definirem o modo de ser marido e mulher na relação conjugal, numa perspectiva assimétrica e hierarquizada onde os referenciais de masculinidade definidos pela sociedade, assim como a inadequação da mulher ao seu papel social, são apontados como explicação para a ocorrência da violência na relação conjugal.
doi:10.1590/s0034-71672005000400002 pmid:16514942 fatcat:6qclhwetezc4nhpepijstdvbby