APTIDÃO FÍSICA DE IDOSOS FREQUENTADORES DE UM PROGRAMA MULTICOMPONENTE COM DIFERENTES VOUMES DE TREINAMENTOS

Valério Feijó Martins, Isadora Loch Sbeghen, Mariana Oliveira de Oliveira, Vanessa Dias Possamai, Andréa Krüger Gonçalves
2019 Estudos interdisciplinares sobre o envelhecimento  
Programas de atividades físicas são evidenciados como forma de possibilitar aos idosos melhora da aptidão física e saúde, porém poucos estudos na literatura esclarecem os principais resultados relacionados ao volume de treinamento. Assim, o objetivo deste estudo é comparar a aptidão física de idosos frequentadores de um programa multicomponente com diferentes volumes de treinamentos. O estudo é do tipo quase-experimental, sendo a amostra composta por 149 idosos, com média de idade de 72,7 ± 7,6
more » ... idade de 72,7 ± 7,6 anos, divididos em dois grupos: Grupo 1: participantes de uma modalidade; Grupo 2: participantes de duas modalidades, todos alunos de um programa de extensão universitária. Para avaliar a aptidão física, foi utilizada a bateria Senior Fitness Test. Utilizou-se estatística descritiva para a análise dos resultados, com média e desvio padrão, além de Teste t para amostras dependentes referente ao pré e pós teste (p ≤ 0.05). Na comparação entre grupos, o Grupo 2 indicou melhores níveis de aptidão física em todas variáveis (exceto FLEXMS), no pré como no pós-teste. Na análise intergrupo, houve diferença estatisticamente significante, em ambos os grupos nos componentes: FMI, EA, RA. Ainda que o Grupo 2 tenha apresentado uma média maior nos testes, conclui-se que independente do volume de treino houve resultados positivos, de modo que os grupos apresentaram uma aptidão física distinta no início e no final do estudo.
doi:10.22456/2316-2171.97739 fatcat:au2ralinwncjvov2v5xkw5pv4u