A linguagem da bula: um estudo de estruturas linguísticas do gênero

Carmelita Minelio da Silva Amorim, Lúcia Helena Peyroton da Rocha, Maria José Costa
2015 Letrônica  
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons -Atribuição 4.0 Internacional. Resumo: Este artigo apresenta um estudo de construções de passiva presentes em bulas de medicamentos elaboradas no Brasil, considerando a complexidade sintática, semântica e pragmática da língua portuguesa em uso, especialmente os esforços de seus produtores para atenderem às novas exigências da Agência Nacional de Vigilância
more » ... Vigilância Sanitária (ANVISA), regulamentação normatizada no ano de 2009, que demanda, dentre outros aspectos, o uso de uma linguagem mais clara e objetiva, visando garantir aos leitores o acesso à informação segura e adequada para uso racional dos medicamentos. O objetivo da pesquisa é analisar a língua em uso no gênero bula, procurando especificamente identificar e discutir: a) as diferentes estruturas linguísticas presentes no texto das bulas selecionadas; b) se e quando são adotadas estratégias de apagamento do agente. Considerouse como pressuposto que, em textos mais formais e não ficcionais, como é o caso do gênero bula, seria mais frequente a utilização de estruturas passivas, com apagamento do agente motivado pela facilidade de recuperação das informações com base no conhecimento pragmático geral das pessoas. Na fundamentação teórica, partiu-se de uma visão histórica, com reflexões sobre a abordagem tradicional, passando-se em seguida pela abordagem formalista da língua, e adotando-se como referencial o Funcionalismo Linguístico de Givón (1984 Givón ( , 1995, Shibatani (1985) e Furtado da Cunha (2000) , além de contribuições da Linguística Textual para análise do gênero. O corpus para a pesquisa foi selecionado de textos de bulas coletadas digitalmente do bulário eletrônico disponibilizado para acesso no portal da ANVISA e também de meios físicos, em caixas de medicamentos encontrados em residências ou farmácias. Escolheu-se analisar o texto de bulas dos medicamentos de uso mais corrente no Brasil, tomando como referência aqueles citados no portal da saúde e relacionados para venda em farmácia popular, que foram selecionados, aleatoriamente, dentre os mais conhecidos e comumente encontrados nos lares brasileiros, dando-se prioridade, no presente estudo, às bulas elaboradas para serem lidas por pacientes, ou seja, o público leigo. AbstRAct: This article presents a study of passive constructions in drug leaflets produced in Brazil, considering the syntactic, semantic and pragmatic complexity of the Portuguese language in use, especially the efforts of their producers to meet the new requirements of the National Health Surveillance Agency (ANVISA), regulations standardized in 2009, which require, among other things, the use of a clearer and more objective language, ensuring that readers have access to safe and adequate information for the rational use of drugs. The objective of this research is to analyze the language used in the drug leaflet genre, attempting specifically to identify and discuss: a) the different language structures in the text of the selected leaflets; b) if and when agent deletion strategies are adopted. It was taken as an assumption that, in more formal and nonfiction texts, as it is the n. 2, p. 467-479, jul.-dez. 2015 AMoRIM, C. M. S., RoCHA, L. H. P., CoStA, M. J. -A linguagem da bula 468 case of the drug leaflet genre, the use of passive structures would be more frequent, with the deletion of the agent motivated by the easy retrieval of information made by people, based on their general pragmatic knowledge. The theoretical framework used starts with a historical overview with reflections on the traditional approach, moving to the formalistic approach to language, and adopting as reference the Linguistic Functionalism of Givón (1979 Givón ( , 1984 Givón ( , 1995, Shibatani (1985) and Furtado da Cunha (2000) , as well as contributions from Textual Linguistics for the analysis of the genre. The corpus for the research was selected from the texts of leaflets collected digitally in the electronic list of drug leaflets made available in the ANVISA website as well as collected physically in drug packages found at home or in drugstores. We have decided to analyze the text of leaflets of the most common drugs in Brazil, taking as a standard those mentioned in the health website and listed for sale in popular drugstores, selected randomly among the best known and most easily found in Brazilian homes, with priority being given, in this study, to the leaflets designed to be read by patients, i.e., the lay public.
doi:10.15448/1984-4301.2015.2.20401 fatcat:4lccwhoi6bezbejqbpc6s72i4q