CINEMA DE FICÇÃO CIENTÍFICA E EFEITOS ESPECIAIS: UMA RELAÇÃO INTRÍNSECA E INSEPARÁVEL?

Lúcio Reis Filho, Tomyo Costa Ito, Alfredo Suppia
2011 Mediação  
Neste artigo, discutimos preliminarmente, no âmbito da bibliografia brasileira dedicada aos estudos do cinema de ficção científica, a importância e o papel dos efeitos especiais para esse gênero cinematográfico. Dessa forma, textos de Peter Nicholls (1984), Barry Keith Grant (1999), Adam Roberts (2000) e Mark Bould (2003), dentre outros autores, são discutidos na análise das relações entre o instituto dos efeitos especiais e o cinema de ficção científica, no sentido de reavaliar a relação entre
more » ... iar a relação entre um gênero e uma gama de recursos cinematográficos. Nossa hipótese é de que os efeitos especiais não são imprescindíveis ao cinema de ficção científica, havendo uma produção internacional do gênero que prescinde de efeitos sofisticados.
doaj:599818220e104f688d748fb85518eac3 fatcat:aopgacklgvgndef4wyjvj5y3ie