Diagnóstico e tratamento da DPOC exacerbada na emergência Diagnosis and treatment of exacerbated COPD in emergency care

Roseane Marchiori, Cintia Susin, Lissandra Dal Lago, Cinthia Felice, Douglas Brandão Da Silva, Mateus Dornelles, Severo, Artigo, D Revisão
unpublished
214 Revista da AMRIGS, Porto Alegre, 54 (2): 214-223, abr.-jun. 2010 RESUMO A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma doença respiratória prevenível e tratável que se caracteriza pela obstrução crônica e não totalmente reversível do fluxo aéreo. A exacerbação da DPOC é um evento agudo que ocorre no curso natural da doença caracterizado por uma mudança na dispneia basal do paciente, tosse e/ou expectoração e mudança na coloração do escarro que está além das variações normais do dia a dia
more » ... ormais do dia a dia e que possa justificar uma mudança na medicação habitual do paciente, com alta morbidade e mortalidade. Este trabalho tem como objetivo auxiliar profissionais de saúde no atendimento de pacientes com exacerbação da DPOC na emergência, garantindo o atendimento correto e completo desses pacientes. ABSTRACT Chronic Obstructive Pulmonary Disease (COPD) is a preventable and treatable respiratory disease characterized by chronic and not fully reversible obstruction of the airflow. COPD exacerbation is an acute event that occurs in the natural course of the disease characterized by a change in the patient's baseline dyspnea, cough and/or sputum and change in color of sputum that is beyond normal day-today variations and that can justify a change in the patient's usual medication, with high morbidity and mortality. This work aims to help health professionals in caring for patients with COPD exacerbation, so as to ensure that these patients receive proper and complete care in emergency care situations. INTRODUÇÃO A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma doença respiratória prevenível e tratável que se caracteriza pela obstrução crônica e não totalmente reversível do fluxo aéreo. A obstrução do fluxo aéreo é geralmente progressiva e está associada a uma resposta inflamatória anormal dos pulmões à inalação de partículas ou gases tóxicos, causada primariamente pelo tabagismo (1). Segundo a literatura atual, a DPOC é a maior causa crônica de morbimortalida-de no mundo (2). Podemos dizer que a DPOC divide-se em períodos es-táveis e instáveis, os quais chamamos de DPOC exacerba-da. De acordo com o GOLD-The Global Iniciative for Chronic Lung Disease-, define-se exacerbação da DPOC como um evento agudo no curso natural da doença, carac-terizado por uma mudança na dispneia basal do paciente, tosse e/ou expectoração e mudança na coloração do escarro que está além das variações normais do dia a dia e que possa justificar uma mudança na medicação habitual do paciente (2, 3). As exacerbações são categorizadas em termos de apre-sentação clínica (número de sintomas) e/ou de uso de re-cursos de saúde. O impacto das exacerbações é significante e tanto os sintomas quanto a função pulmonar do paciente podem levar várias semanas para retornar aos valores basais (3), o que afeta a qualidade de vida e o prognóstico dos pacientes com DPOC (2). Numa série com trezentos e quatro pacientes com DPOC seguidos durante cinco anos, a mortalidade aumen-tou à medida que as exacerbações se tornavam mais fre
fatcat:f4e2b2khnjaajh3s3b4c3e4mme