Comparação de dois testes indiretos anaeróbicos em futebolistas profissionais e suas correlações com o desempenho aeróbico

Saulo Fernandes Melo de Oliveira, Luciano Machado Ferreira Tenório de Oliveira, Jorge Luiz Brito‐Gomes, Raphael José Perrier Melo, Manoel da Cunha Costa, Fernando José de Sá Pereira Guimarães
2017 Revista Brasileira de Ciências do Esporte  
Avaliac ¸ão do desempenho; Testes de esforc ¸o; Esporte; Futebol Resumo Para comparar e correlacionar dois testes anaeróbicos com a potência aeróbica nove jogadores de futebol passaram por avaliac ¸ões ao longo de três dias: Wingate (dia 1), yo-yo intermitente (dia 2) e running anaerobic sprint (RAST, dia 3). Foram consideradas a potência máxima absoluta e relativa (Pmax), potência média absoluta e relativa (Pmed), o índice de fadiga (IF%) e o VO 2máx . Apenas a Pmed relativa foi diferente
more » ... os testes (p < 0.05). Foram verificadas associac ¸ões entre a Pmax e Pmed absolutas com o VO 2máx (r= -0,69, p < 0,05; r= -0,81; p < 0,05) no Wingate; entre Pmax absoluta e o IF% com o VO 2máx (r= -0,83, p < 0,01; r= -0,86; p < 0,01) no RAST. Conclui-se que apenas o RAST possui associac ¸ões com a capacidade aeróbica.
doi:10.1016/j.rbce.2017.05.002 fatcat:epkyhwi2irgb7dlf3t2rmkpgo4