COMPARAÇÃO DE METÓDOS DE IDENTIFICA- ÇÃO DE Streptococcus pyogenes ISOLADOS EM OROFARINGE DE ESTUDANTES SAUDÁ- VEIS DA ÁREA DE SAÚDE

Magna Souza, Edson Silva, Márlon Rodrigues, Caline Oliveira, Cláudio Souza, Márcio Oliveira
2017 Revista Ciência e Desenvolvimento  
RESUMO Streptococcus pyogenes ou Streptococcus do grupo A de Lancefield, comumente colonizam a epiderme e mucosas, sendo a colonização de orofaringe de grande importância clínica. O presente estudo propôs a identificação e comparação dos métodos mais utilizados em S. pyogenes, isolados de orofaringe de estudantes da área de saúde. Participaram do estudo 161 estudantes dos cursos de Farmácia, Enfermagem e Nutrição. A análise microbiológica foi realizada através do cultivo em ágar sangue de
more » ... ro 5%. Os métodos testados neste estudo foram L-pirrolidonil arilamidase (PYR), sensibilidade à bacitracina e sulfametoxazol-trimetoprim (SXT) e sorogrupagem. A prevalência encontrada foi nula. Para atender ao objetivo do estudo foram utilizadas quatro cepas do microrganismo pré-identificadas por um laboratório de Vitória da Conquista, participante de monitoramento externo de qualidade e foram realizadas as comparações metodológicas. O PYR teste e a sensibilidade à bacitracina e SXT apresentaram sensibilidade de 25%, quando comparados com a técnica de sorogrupagem, considerada padrão-ouro. Evidenciou-se que mais da metade das cepas não puderam ser identificadas por sensibilidade antimicrobiana, mostrando que essas metodologias, isoladamente, não são adequadas para identificar o S. pyogenes em algumas circunstâncias. Neste sentido, o estudo, mesmo com o número limitado de amostras, mostra que a realização da sorogrupagem por aglutinação em látex é a metodologia, das convencionalmente utilizadas, mais confiável para a identificação do S. pyogenes.  1 INTRODUÇÃO Streptococcus pyogenes ou Streptococcus do grupo A de Lancefield é um microrganismo que se apresenta morfotintorialmente como cocos Gram positivos, dispostos aos pares ou em cadeias, sendo que a maioria é anaeróbio facultativo. Além disso, são β-hemolíticos, catalase negativa e apresentam elevado nível de exigência em relação às suas necessidades nutritivas (KONEMAN et al., Palavras-chave: Streptococcus pyogenes, Estudante universitário, Diagnostico Microbiológico.
doi:10.11602/1984-4271.2017.10.1.10 fatcat:u4k5fy2ukzbaplhsgrqgzr7aei