Associação entre deficiência de vitamina A e situação sociodemográfica de mães e recém-nascidos

Rejane Andréa Ramalho, Hernando Flores, Elizabeth Accioly, Cláudia Saunders
2006 Revista da Associação Médica Brasileira  
RESUMO OBJETIVO. Investigou-se a associação entre deficiência de vitamina A (DVA) e condições sociodemográficas em 291 puérperas de diferentes estratos socioeconômicos e seus respectivos recém-nascidos (RN), atendidos em uma maternidade pública do município do Rio de Janeiro, Brasil. MÉTODOS. Os níveis séricos de retinol materno e no sangue de cordão umbilical foram determinados segundo o método Bessey et al. modificado. RESULTADOS. As prevalências de DVA (retinol sérico <1,05 µmol/L) nas
more » ... 5 µmol/L) nas puérperas e RN foram de 22% e 54,2%, respectivamente. A DVA materna apresentou-se fortemente associada com a DVA nos RN (p<0,0001). A DVA materna não apresentou associação estatisticamente significativa com as variáveis sociodemográficas -escolaridade materna e renda familiar per capita. Tal achado leva a pensar que mesmo em populações nas quais a DVA subclínica seja a forma mais prevalente, o concepto também tem risco aumentado de nascer deficiente. CONCLUSÃO. A carência em questão é um problema significativo entre as puérperas e seus RN e a sua investigação deve ser incorporada às rotinas de assistência pré-natal. Modificação das práticas e da qualidade da dieta como estratégias de combate à DVA, dirigidas aos grupos populacionais vulneráveis, devem dedicar especial atenção às gestantes, independentemente do nível sociodemográfico.
doi:10.1590/s0104-42302006000300018 pmid:16847524 fatcat:wv6r7q2q2ve7ndihofw44buxga