Baixo Beberibe: a represa do Varadouro e os negros canoeiros – o higienismo entre o Recife e Olinda

Bruno Maia Halley
2019 Geosul  
O artigo aborda a geografia histórica do baixo rio Beberibe, entre os núcleos habitáveis de Recife e Olinda, desde a segunda metade do século XVII até o final do XIX, centrando-se nas ações médico-higienistas junto à represa do Varadouro e ao transporte de canoas d'água. As mortíferas epidemias da época eram associadas ao mangue e à água parada da represa, como também à "sujidade" das embarcações conduzidas por negros. Desvela-se, assim, as campanhas profiláticas frente às epidemias, que
more » ... ou destruições e reconstruções da represa, além de coações junto aos canoeiros. Discorre-se sobre estes aspectos desde a construção da represa em 1685, até sua demolição definitiva em 1856, seguido do arrefecimento no uso das canoas. Neste contexto, revela-se a configuração de um "espaço marginal" no baixo Beberibe, no século XIX, com a construção de objetos higienistas às suas margens – hospitais, cemitérios e matadouro.
doi:10.5007/1982-5153.2019v34n72p232 fatcat:nqbmmwargveurl6mwihkt6rqnq