Funcionalidade em sujeitos com transtorno depressivo maior: avaliação das propriedades psicométricas da escala Functioning Assessment Short Test (FAST) em amostra brasileira

Juliana de Almeida Prado, Giovanni Gurgel Aciole, Jair Lício Ferreira Santos
2019 Jornal Brasileiro de Psiquiatria  
RESUMO Objetivos: O transtorno depressivo maior (TDM) é muito prevalente e incapacitante, sendo comum a persistência de prejuízos funcionais após a remissão clínica. Pesquisas que se proponham a estudar a reabilitação em TDM são necessárias. Há carência de instrumentos que avaliem a funcionalidade em sujeitos com TDM. Objetiva-se observar as propriedades psicométricas da escala FAST em amostra brasileira, casos (n = 44) e não casos (n = 44) de TDM. Métodos: a) Questionários com informações
more » ... om informações socioeconômicas e escala Mini International Neuropsychiatric Interview 5.0.0 para rastrear em sala de espera de serviços ambulatoriais de duas universidades públicas do Estado de São Paulo; b) entrevistas face a face com os instrumentos FAST, Avaliação Global de Funcionamento e Escala de Hamilton para Depressão. Resultados: Houve fortes correlações entre FAST e AGF (rho = −0,85) e entre cada subescala e a escala total (rho = 0,86), boa consistência interna (alfa de Cronbach 0,98) e confiabilidade teste-reteste (Kappa ponderado >0,84). O estudo de validade discriminativa evidenciou que a FAST discrimina os casos de não casos de TDM, assim como moderados/graves dos demais. Conclusão: As propriedades psicométricas da FAST em 88 sujeitos mostraram boa confiabilidade e validade para aferir o impacto da depressão na funcionalidade em brasileiros com TDM. Recomendam-se estudos futuros com amostras maiores.
doi:10.1590/0047-2085000000221 fatcat:2pkqingw6vbrlbqqn6rw3itik4