A representação do homossexual no discurso humorístico: uma análise do Canal "Porta dos Fundos"

Nilton César Ferreira, Alexandre Sebastião Ferrari Soares
2017 Revista de Estudos da Linguagem  
Resumo: O presente artigo objetiva analisar os efeitos de sentidos do discurso humorístico acerca da homossexualidade masculina e da chamada "proposta de cura gay" apresentada por um segmento conservador do cristianismo brasileiro. A metodologia adotada foi a Análise do Discurso de orientação francesa. O trabalho está organizado da seguinte maneira: primeiro, examinamos a relação entre o discurso, o humor e as piadas; em seguida, apresentamos uma breve contextualização sobre a homossexualidade
more » ... a homossexualidade enquanto categoria; e, por fim, analisamos um corpus de um esquete publicado pelo canal "Porta dos Fundos", cujo título é "Cura". É possível depreender da análise que os temas acerca do humor constituem-se em veículos de produção e reprodução de ideologias e que o discurso em estudo apresenta um contraponto em relação aos dizeres que mobilizam as práticas não heterossexuais como contingente e moralmente condenáveis. Observamos, inclusive, que as falas enunciadas pelas personagens na produção humorística contrapõem os discursos religioso, médico e patriarcal, permitindo uma reflexão a respeito das cristalizações sobre o que é ser gay. Abstract: This paper analyses, through the French Discourse Analysis point of view, the meaning effects of humorous speech on male sexuality and the Conversion Therapy disseminated by a conservative wing of Brazilian Christianity. The work is organized as follows: first, the relationship between speech, humour and jokes; then a brief background of homosexuality as a category is presented; and finally, the corpus of a Brazilian YouTube channel "Porta dos Fundos" sketch -"The Cure" -is analyzed. It is possible to conclude that the linguistic themes from comic speech are means of production and reproduction of an ideology and that the investigated discourse is a contrasting element about the sayings of non-heterosexual contingent and morally reprehensible practices. It has been noticed that the lines spoken by the characters in the comical production disagree with the religious, medical and patriarchal discourses, allowing a reflection on the crystallization of what means to be gay.
doi:10.17851/2237-2083.25.2.739-763 fatcat:eipf357i5fg43blihn7cwn7qpi