Política criminal sem preocupações metafísicas

Noé Azevedo
1949 Revista da Faculdade de Direito Universidade de São Paulo  
As concepções filosóficas e jurídicas sobre a organização e a defesa da sociedade evoluem, como tudo neste mundo, mas essa evolução está subordinada a u m processo muito lento. Mesmo no direito penal, onde as m utações são mais rápidas, as idéias novas só se impõem depois de discussões, que se prolongam por decênios e avançam pelo século adentro. Assim, a passagem do classicismo para o positivismo já vai consumindo três quartos de século. Desde os tempos mais remotos assinalados pela história
more » ... dos pela história do progresso humano, a reação dos grupos sociais, ou da sociedade já definitivamente organizada, contra o crime sempre se m anifestou por u m a tendência punitiva, consistente na imposição ao delinqüente de u m mal mais ou menos equivalente ao que êle causara à sua vítima direta, ou ao corpo social. (*) Aula de encerramento do ano letivo de 1950 da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.
doi:10.11606/issn.2318-8235.v45i0p263-284 fatcat:gnzsjtwwyzgalbi7tewyuiyqfi