Potencial de uso dos solos da fazenda agroecológica de Palmas – TO

Michele Ribeiro Ramos, João Vítor Medeiros Guizzo, Lucas Felipe Araújo Lima, Danilo Marcelo Aires dos Santos, Alexandre Uhlmann
2018 Cultura Agronômica  
Este trabalho teve por objetivo descrever as propriedades e a distribuição dos solos na Fazenda agroecológica de Palmas, Tocantins, a fim de discutir suas fragilidades e potencialidades de uso. O clima da região é o tropical chuvoso com estacionalidade pluviométrica. Rochas da Formação Pimenteiras dão origem a solos de diferentes gradientes texturais em relevo plano. O levantamento de solos (escala 1:3.000) foi feito através da abertura de 7 perfis de solos, destinados à descrição morfológica e
more » ... rição morfológica e à coleta de amostras para análise química, granulométrica. Os solos da propriedade são de textura média e argilosa, com baixos teores de carbono, baixa CTC e elevado teor de alumínio trocável. São profundos nas porções elevadas (Latossolos Vermelho-Amarelos), apresentando impedimento físico (Plintossolos Pétricos) nas porções inferiores. Apesar de o relevo, nas partes elevadas serem altamente favorável ao uso, fatores como baixa soma de bases (SB), elevado teor de alumínio trocável determina restrições de fertilidade química. Contudo, nas partes baixas da paisagem, onde os Plitossolos predominam é que se encontram as maiores restrições ao uso agrícola.
doi:10.32929/2446-8355.2018v27n3p366-377 fatcat:c5ce7rzbija5vhjhkpwkfva3yq