SOBRE "VIRALATISMO" E "PESSIMISMO": O DISCURSO DA INFERIORIDADE VOLUNTÁRIA DO BRASILEIRO NO ENTORNO DA COPA DE 2014

Júlia Almeida
unpublished
Resumo: O entorno discursivo da Copa do Mundo no Brasil traz às mídias a expressão "complexo de vira-latas" e a discussão sobre a capacidade dos brasileiros no âmbito da organização desse evento. Partindo de um corpus de textos da Folha de S. Paulo, de blogs e de jornais digitais, pretendemos analisar a reaparição do discurso da inferioridade voluntária do brasileiro e a circulação de termos, como "pessimismo", que lhe parecem associados. Embora não tivéssemos de saída a pretensão de apreender
more » ... ensão de apreender essas expressões como "fórmulas", no sentido de Krieg-Planque (2011), isto é, como formulações que se tornam passagens obrigatórias em relação às quais os locutores são constrangidos a tomar posições e a fazê-las circular, a ambientação conceitual dessa noção nos serviu como aporte fundamental. Examinando a circulação dessas expressões no período de realização da Copa do Mundo de 2014, percebe-se como o conceito de complexo de vira-latas retorna fortemente marcado por polarizações entre grupos políticos e sociais, como objeto de polêmica, ficando seu uso crítico restrito a blogs e sites online, e cabendo à grande mídia replicar o "clima de pessimismo" e seu léxico, sem incorporar a crítica que foi levantada sobre seu papel na disseminação do sentimento de inferiorização do brasileiro. Palavras-chave: Fórmulas discursivas. Complexo de vira-latas. Copa do Mundo de 2014. Identidade nacional. Abstract: The media discourse in the context of World Cup in Brazil brings the term "mutts complex" and the discussion on the ability of Brazilians in organizing this event. Starting from a corpus of texts of Folha de São Paulo, blogs and digital newspapers, we intend to analyze the reappearance of the discourse of the Brazilian voluntary inferiority and the circulation of terms such as "pessimistic" that seem associated with it. Even though they are not perceived as "formulas" in the sense of Krieg-Planque (2011); as formulations that become binding passages for which the speakers are forced to take positions and make them circulate, the conceptual setting of that notion served us as a fundamental contribution. Examining the circulation of such expressions during the World Cup 2014, one can see how the concept of "mutts complex" returns strongly marked by polarization between political and social groups, as controversial object, with critical use restricted to blogs and online newspapers, while the mainstream media reverberates the pessimistic atmosphere and its lexicon, without incorporating the criticism that has been raised about its role in the spread of the Brazilian sense of inferiority.
fatcat:dj4bkvijzjaozndwylbmqdoyia