Cargas e desgastes de trabalho vivenciados entre trabalhadores de saúde em um hospital de ensino

Leni de Lima Santana, Fernanda Moura D'Almeida Miranda, Márcia Eiko Karino, Patrícia Campos Pavan Baptista, Vanda Elisa Andres Felli, Leila Maria Mansano Sarquis
2013 Revista Gaúcha de Enfermagem  
Estudo exploratório, de caráter descritivo e de abordagem quantitativa, alicerçado nas categorias "processo de trabalho", "cargas de trabalho" e "desgaste" em um hospital de ensino em Curitiba, região sul do Brasil. Neste artigo, são caracterizadas as cargas e os desgastes vivenciados em um hospital universitário, captados pelo estudo prévio intitulado "Sistema de monitoramento da saúde do trabalhador de enfermagem" (SIMOSTE). Os resultados demonstram que o gênero feminino foi o mais acometido
more » ... i o mais acometido (85,9%); os profissionais mais afetados foram os auxiliares de enfermagem (53,1%). O maior número de afastamentos ocorreu por doenças do sistema osteoarticular (25,2%) e, dentre as cargas apresentadas, as mais expressivas foram as mecânicas e fisiológicas, com 33,06%, cada. Estes resultados poderão subsidiar estratégias de intervenção nas políticas direcionadas à saúde do trabalhador, para assegurar uma melhor qualidade de vida a este profissional e, por consequência, promover melhorias na qualidade da assistência prestada ao usuário.
doi:10.1590/s1983-14472013000100008 pmid:23781725 fatcat:dme4cw5i65axrmrzevngq554ci