Pilates: efeitos na forca e imagem corporal de mulheres sedentárias

Catiane Souza, Emanuelle Francine Detogni Schmit, Edgar Santiago Wagner Neto, Cloud Kennedy Couto de Sá, Jefferson Fagundes Loss
2020 Educación Física y Ciencia  
O presente estudo teve por objetivo avaliar a imagem corporal e a força de praticantes inexperientes ao longo de 30 sessões de Pilates. Participaram 19 mulheres sedentárias sem contato prévio com o método e idade entre 21 e 35 anos, submetidas a 30 sessões de Pilates em turmas de quatro alunas, duas vezes por semana. As avaliações foram realizadas em cinco momentos: antes do período controle de um mês, antes da intervenção, após dez sessões, após 20 sessões e após 30 sessões. Foi avaliada a
more » ... Foi avaliada a força de preensão palmar como representativa da força geral, de forma complementar a força dos extensores do tronco e a imagem corporal que foi avaliada pela diferença da imagem de corpo considerada atual e ideal, a partir de uma Escala de Imagem Corporal. Ao longo de trinta sessões de método Pilates a força dos extensores da coluna apresentou diferença estatística e tamanho de efeito grande entre o período pré e pós-intervenção (. = 9,50; . = -0,537; z = -3,311; p = 0,001). A imagem corporal e a preensão palmar não foram alteradas.
doi:10.24215/23142561e118 fatcat:ah5ayyensjbbfh7eqilbetp4uy