Explicação e descrição no Behaviorismo radical: identidade ou dicotomia?

Carolina Laurenti, Carlos Eduardo Lopes
2009 Psicologia: Teoria e Pesquisa  
Este artigo examina uma inconsistência na proposta skinneriana com respeito às relações entre explicação e descrição. Em alguns momentos, Skinner identifica explicação e descrição, comprometendo-se com a máxima machiana " explicar é descrever" . Em outros momentos, Skinner desvincula os termos, considerando a descrição uma etapa preliminar do empreendimento científico, que deve ser complementada pela explicação. Argumenta-se, aqui, a favor da identidade entre explicação e descrição no
more » ... crição no Behaviorismo Radical com base nas influências de Mach na filosofia da ciência skinneriana. Defende-se ainda que essas influências se dão via selecionismo-pragmatismo, e não empirismo-descritivismo, contrastando com interpretações tradicionais das relações entre Mach e Skinner. Conclui-se que a identificação entre explicação e descrição parece expressar melhor as afinidades filosóficas do Behaviorismo Radical com o Pragmatismo.
doi:10.1590/s0102-37722009000100015 fatcat:jr55prqllzgatethqbcov2mgaa