Os bastidores da produção de fogos de artifício em Santo Antônio do Monte: degradação das condições de trabalho e saúde dos pirotecnistas

Carlos Eduardo Carrusca Vieira, Ana Cláudia de Oliveira, Ionára Alves da Silva, Rafaela Isabel Couto
2012 Cadernos de Psicologia Social do Trabalho  
A cidade de Santo Antônio do Monte é considerada o 2º maior polo mundial de produção de fogos de artifício, sendo a pirotecnia a principal atividade econômica da região. Entretanto, o trabalho na indústria pirotécnica tem suscitado sérias preocupações das entidades sindicais e dos pesquisadores, bem como dos trabalhadores e suas famílias. Os acidentes de trabalho nesse setor são, geralmente, fatais ou mutilantes, havendo, ainda, registros de doenças relacionadas ao trabalho. Por isso, neste
more » ... Por isso, neste estudo almejou-se analisar as repercussões do processo de produção de fogos de artifício sobre a saúde e segurança desses trabalhadores. Os estudos da Psicopatologia do Trabalho e da tradição francesa de análise ergonômica constituíram as principais referências deste estudo. Para a realização desta pesquisa, utilizou-se uma estratégia metodológica pluridimensional, que reuniu e articulou dados estatísticos, empíricos (fatos clínicos, relatos, observações) e documentais. Os resultados revelam que os trabalhadores estão sujeitos a acidentes decorrentes do exercício de funções para as quais não foram adequadamente treinados, bem como a uma atividade penosa e nociva, geradora de lesões por esforço repetitivo (LERs) e doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho. As mulheres que trabalham nesse setor também enfrentam o assédio sexual praticado por prepostos dos empregadores. Palavras-chave: Saúde mental e trabalho, Ergonomia da atividade, Clínica da atividade, Pirotecnia, Psicologia do trabalho. The backstage of fireworks production in Santo Antonio do Monte: notes on the degradation of the pyrotechnists work conditions and health The town of Santo Antonio do Monte is deemed to be the 2nd largest center of fireworks production in the world, and pyrotechnics is the region's main economic activity. However, the work in the pyrotechnic industry has raised serious concerns from labor unions and researchers, as well as the workers and their families. Labor accidents in this sector are usually fatal or mutilating, and there're also reports of labor-related diseases. Thus, this study aimed to analyze the repercussions of the fireworks production process on these workers' health and safety. Studies on the Psychopathology of Work and those based on the French tradition of ergonomic analysis provided the main references for this study. To carry out this research, we used a pluridimensional methodological strategy, which gathered and connected statistical, empirical (clinical facts, reports, observations), and documental data. The results show that workers are exposed to accidents resulting from the performance of jobs for which they haven't been properly trained, as well as to a painful and harmful activity, which causes repetitive strain injuries (RSIs) and workrelated musculoskeletal diseases. Women who work in this sector also face sexual harassment practiced by their employer's representatives.
doi:10.11606/issn.1981-0490.v15i1p135-152 fatcat:iejvkmauqrea7cpwmtcn7jb27a