Significado das práticas construtivas na aprendizagem universitária da Arquitetura

Jaime Almeida
2019 Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos  
Analisa as implicações das práticas construtivas, ou do trabalho propositivo, na aprendizagem de arquitetura, procura ressaltar sua importância para a formação e, conseqüentemente, para a inserção do arquiteto na produção do ambiente, e considera experiências efetuadas, no âmbito universitário, com a construção de protótipos arquitetônicos, envolvendo arquitetos, graduandos do curso de arquitetura e profissionais da construção (marceneiros, carpinteiros e pedreiros, entre outros). Também
more » ... ros). Também questiona a formação do arquiteto e, ainda, a daqueles profissionais cuja preparação aprofunda as diferenças sociais entre eles. Procura, por um lado, compreender a função da prática (trabalho simples) na instrução universitária do arquiteto sob o crivo de alguns temas básicos, tais como conhecimento e inteligência, concretude e realidade, autonomia e individuação, enunciação e linguagem, e agenciamento social; por outro lado, discorre sobre a pedagogia do aprendizado prático ou da ação construtiva. Está organizado em três partes: 1) introdução, contextualiza o assunto enfatizando o relacionamento entre o saber e o fazer; 2) as práticas construtivas enquanto articuladoras da função trabalho com a projetação e a pesquisa na aprendizagem da arquitetura; e 3) conclusões, onde são apresentados os principais impedimentos e perspectivas da inserção das práticas construtivas no trabalho pedagógico da projetação. Palavras-chave: práticas construtivas, ensino de arquitetura, formação universitária, trabalho pedagógico. Abstract This work deals with the practical activities in teaching within a university context related to the learning of architecture. The key example is a constructive experience carried out by a team of students and construction workers. They built a small architectural prototype for the social activities of the university staff in the campus housing area. It involved design and research on bamboo, main material employed in the physical structure of the space. It was observed the good performance of the students when compared to the practical workers. The experience also showed the limitation of the university in preparing the architect only by mental means, and the workers by manual means. During the discussion of this subject, some concepts came up with, such as the knowledge and practical intelligence, reality and concrete facts, autonomy and individuality, language and social arrangement. All these concepts, when related to practices, result in what we called practical pedagogy or pedagogy of the construction. This article is divided into three parts; 1) the introduction, which relates 'knowing' and 'doing' within theoretical concepts; 2) the importance of the practical activities concerning the relationship between design, research and architect education; and 3) the conclusion, which points out the perspectives and obstacles of the insertion of practical activities within learning in a university context. Keywords: education, practical works, production, prototype, university.
doi:10.24109/2176-6681.rbep.85i209-10-11.878 fatcat:wxwi5bfxdnefvpoygeezo7p7p4