Normalizando Anormais na Sociedade Internacional: Operações de Paz, Foucault e a Escola Inglesa

Ramon Blanco
2017 Relações Internacionais  
INTRODUÇÃO Há poucas dúvidas de que a superação de conflitos violentos pelo globo é, atualmente, um dos mais prementes assuntos internacionais. Consequentemente, a paz internacional torna-se um pilar fundamental das relações internacionais contemporâneas 1 . Assim, neste contexto, as operações de paz 2 destacadas para cenários pós-conflito tornaram-se uma crucial política internacional. Na realidade, estas são atualmente o epicentro de uma narrativa triangular que funde noções, aparentemente
more » ... s, aparentemente distantes, de segurança, desenvolvimento e paz 3 . A lógica por detrás de tal narrativa é bastante simples. Segundo esta narrativa triangular, sem segurança não há a possibilidade de existir qualquer forma de desenvolvimento; desenvolvimento, por sua vez, não apenas reforça, como, de fato, é uma condição indispensável para o incremento da segurança; ambos, juntos, são os pilares fundamentais para a transformação de conflitos violentos ao redor do globo e para a consolidação de uma paz sustentável em estados pós--conflito. Não por coincidência, as operações de paz são frequentemente retratadas como um mero instrumento técnico destacado para cenários pós-conflito buscando superar a violência, direta e estrutural 4 , nestes locais, e reconstruir países devastados pela guerra. Consequentemente, sob esta narrativa, as operações de paz são meramente um instrumento técnico internacional, projetado para restruturar as esferas política, social e econômica destes países, a fim de construir a paz. R E S U M O E ste artigo discute um dos mais importantes elementos da realidade internacional atual -a construção da paz. Mais precisamente, o artigo problematiza o papel que as operações de paz têm na política internacional. Esta problematização é avançada por meio da aproximação de ferramentas analíticas desenvolvidas pelo filósofo francês Michel Foucault e pela Escola Inglesa. O artigo argumenta que as operações de paz devem ser entendidas como um dispositivo normalizador que, ao buscarem normalizar os estados pós-conflito e suas populações, é central para o fomento e manutenção de uma sociedade internacional em particularuma sociedade internacional (neo) liberal. Palavras-chave: Operações de paz, sociedade internacional, Michel Foucault, Escola Inglesa.
doi:10.23906/ri2017.53a07 fatcat:2vbsdvohqbdwpi427cit6x7zci