Cinzas de biomassa geradas na agroindústria do cacau: caracterização e uso em substituição ao cimento

Rebeca Bastos Silva, Cintia Maria Ariani Fontes, Paulo Roberto Lopes Lima, Otavio da Fonseca Martins Gomes, Lilian Graicy Lima Morais Lima, Ruan Carlos de Araujo Moura, Romildo Dias Toledo Filho
2015 Ambiente Construído  
ResumoCinza de biomassa é um resíduo sólido gerado em grande quantidade em caldeiras para produção de energia e calor. Na indústria de processamento de cacau, que usa casca de amêndoa de cacau (20%) e madeira de eucalipto (80%) como combustível, são geradas cinzas volantes e cinzas de fundo, cujas propriedades são pouco conhecidas, o que limita sua correta disposição ou aplicação. Neste trabalho, cinza fornalha (fundo) e ciclone (volante) foram coletadas, durante o processo de limpeza da
more » ... e limpeza da caldeira, e caracterizadas quanto a composição química, morfologia (MEV), granulometria e mineralogia (DR-X) com o objetivo de avaliar a potencialidade das cinzas para uso como adição mineral. As cinzas foram beneficiadas com moagem e queima controlada a 500, 700 e 900º C. Para avaliação do efeito da cinza, foram moldadas quatro argamassas com 5% de substituição de cimento por cinza ciclone e cinza fornalha, in natura e moídas. Os resultados dos testes de absorção de água e resistência mecânica (compressão e tração na flexão) demonstraram um aumento da absorção e da porosidade para todas as misturas, mas a manutenção das propriedades mecânicas para mistura com cinza ciclone moída, quando comparada com a argamassa sem adição, demonstrando a potencialidade desta cinza como adição mineral.
doi:10.1590/s1678-86212015000400053 fatcat:5fb2njom7rdx7ffquviglvkg6m