Crítica da cobertura jornalística de homicídios do Diário Catarinense a partir das disposições de classe social

Anderson Dias Silveira
2019 Estudos em Jornalismo e Mídia  
Esta pesquisa, resultado de uma dissertação de mestrado, tem como objeto de estudo o tratamento jornalístico dos homicídios noticiados pelo Diário Catarinense, jornal do estado de Santa Catarina, Brasil. O objetivo é identificar, descrever e criticar as disposições de classe social presentes na cobertura jornalística de homicídios do periódico catarinense, com base no conceito de classe social de Jessé Souza (2003, 2009 e 2010). O período de investigação compreende as mortes violentas
more » ... violentas intencionais divulgadas pelo jornal no primeiro semestre de 2017 em Florianópolis/SC, observando as diferenças de tratamento de cada homicídio noticiado que evidenciam atravessamentos oriundos de nossa estrutura social. A hipótese é que as disposições de classe influenciam o tratamento jornalístico de homicídios e reforçam o desprezo da classe popular.
doi:10.5007/1984-6924.2019v16n1p110 fatcat:r4mavi6j4jfyrc7nreh4csfuba