Micronutrient application and residual effect on corn production in a no-tillage system

Juliano Magalhaes Barbosa, Claudia Fabiana A Rezende, Wilson Mozena Leandro, Rafael Felippe Ratke, Eliana Paula Fernandes
2012 Semina: Ciências Agrárias  
Applying micronutrients to the soilhas a residual effect, reducing the fertilizer applications that are needed under a no-tillage system. The present study determined the residual effect of applying micronutrient-containing fertilizer to soil used for corn production under a no-tillage system. The eld study was conducted in Red Latosol in Goiânia, Goiás, Brazil. The experiment was a conducted in a randomized block design with ve treatments and four replicates. The fertilizer used in the study
more » ... used in the study contained the micronutrients Mn, Zn, Fe, Cu, and B in powder form and was applied atfour doses (33.33 kg ha -1 , 66.66 kg ha -1 , 133.32 kg ha -1 , and 66.66 kgha -1 plus 1.4 t ha -1 of calcium oxide); a control to which this fertilizer was not applied was used as a reference.The grain yield was measured, and leaf analysis and soil chemical analysis were conducted to evaluate the fertilizer ef ciency and residual effect. The soil Zn content remained higherthan pre-experiment levels. Leaf analysis indicatedhigher absorption at the sites with high soil Zn content. The highest yield was obtained when applying 69.08 kg ha -1 of micronutrient-containing fertilizer. The micronutrients Mn, Fe, Cu, and B exhibited no signi cant effect on corn yield, leaf nutrition, or soil residue. Resumo A utilização de micronutrientes via solo favorece o seu efeito residual diminuindo as aplicações no sistema plantio direto. O objetivo desse estudo foi determinar o efeito residual da aplicação, via solo, de fertilizantes contendo micronutrientes para cultura do milho cultivado em sistema plantio direto. O trabalho foi realizado a campo em Latossolo Vermelho, em Goiânia, Goiás. O experimento foi conduzido em blocos casualizados com cinco tratamentos e quatro repetições. O fertilizante utilizado na pesquisa contém os micronutrientes Mn, Zn, Fe, Cu e B na forma de pó e foram aplicados em quatro doses (66,66 kg ha -1 mais 1,4 t ha -1 de óxido de cálcio, 33,33 kg ha -1 , 66,66 kg ha -1 , 133,32 kg ha -1 ) e tomou-se como referência a testemunha sem a aplicação desse fertilizante. A produtividade de grãos, a análise foliar e a análise química do solo foram realizadas para avaliar a e ciência e o residual do fertilizante. Os teores de Zn se mantiveram elevados no solo em relação aos teores antes da instalação do experimento. Com a análise foliar observou-se uma maior absorção nas parcelas com altos teores de Zn no solo. A maior produtividade foi obtida com a aplicação de 69,08 kg ha -1 do fertilizante contendo micronutrientes em relação à testemunha. Os micronutrientes Mn, Fe, Cu e B não mostraram efeito signi cativo na produtividade do milho, nutrição foliar e residual no solo. Palavras-chave: Zea mays, cerrado, nutrição mineral 1 Doctorate student in the Graduate
doi:10.5433/1679-0359.2012v33n6p2187 fatcat:ontprgledvhwppwaikcj4rsuda