Os sete pecados capitais e os processos de culpabilização em manuais de devoção do século XVIII

Eliane Cristina Deckmann Fleck, Mauro Dillmann
2013 Topoi  
Neste artigo, analisamos o manual de devoção Mestre da vida que ensina a viver e morrer santamente, escrito pelo dominicano português João Franco, em 1731, a partir das representações dos pecados capitais que apresenta, das recomendações que faz para combatê-los e dos "remédios" que propõe para a salvação das almas. A análise considera, ainda, as estratégias discursivas empregadas pelo célebre pregador para promover a interiorização da culpa e o arrependimento nos leitores católicos. Com o
more » ... tólicos. Com o intuito de evidenciar a circulação e a difusão de percepções sobre pecado e culpa e, sobretudo, sobre a salvação das almas na primeira metade do século XVIII, as orientações divulgadas no Mestre da vida são cotejadas com as imagens sobre as penas que os pecadores sofreriam no inferno, que ilustram a obra Desengano dos pecadores, escrita em 1724, pelo padre jesuíta Alexandre Perier.
doi:10.1590/2237-101x014027004 fatcat:soewbem4mzebvecyobvkfb45ky