Magri, Lucio. O alfaiate de Ulm: uma possível história do Partido Comunista Italiano

Valter Pomar
2016 Revista Brasileira de História  
Boitempo: São Paulo, 2014. 415p. O alfaiate de Ulm é a última obra de Lucio Magri (1932-2011, intelectual comunista italiano e um dos responsáveis pela criação de Il Manifesto, periódico lançado em 1969 e que segue sendo publicado (http://ilmanifesto.info/). O alfaiate de Ulm pode ser lido em várias claves: relato autobiográfico e testamento político, panorama do século XX, ensaio sobre a história e as perspectivas do movimento comunista italiano (especialmente o apêndice, um documento de 1987
more » ... documento de 1987 intitulado "Uma nova identidade comunista"). O movimento comunista da Itália tem gênese histórica distinta, onde confluem as características próprias daquele país, o impacto da revolução russa de 1917, a luta contra o fascismo e as batalhas da Guerra Fria. Nesse contexto, o Partido Comunista não foi apenas uma organização política: foi também uma instituição cultural com imenso enraizamento na classe trabalhadora, na juventude e na intelectualidade, que teve na obra de Antonio Gramsci sua feição teórica mais conhecida e reconhecida. Apesar disso tudo -ou por causa disso tudo, como fica claro da leitura de O alfaite de Ulm -o Partido Comunista Italiano cometeu suicídio em 1989. Diferente das pequenas seitas militantes, que conseguem sobreviver em condições variadas e inóspitas, os partidos de massa parecem sobreviver apenas em determinadas condições. E como demonstra Lucio Magri, várias das condições que tornaram possível a existência de um forte comunismo reformista italiano e europeu desapareceram com a União Soviética e com a reestruturação capitalista simultânea à ofensiva neoliberal. Dito de outra forma, a força das duas grandes famílias da esquerda europeia (o reformismo social-democrata e o reformismo comunista), assim como o brilho dos grupos de ultraesquerda que viviam à sombra daquele duplo
doi:10.1590/1806-93472016v36n73-017 fatcat:u6ms6ylwwnb2ji64jlrwugbeaq