As Mulheres e a Rua: Entre o Medo e as Apropriações Feministas da Cidade de Goiânia, Goiás

T. C. MACHADO, Alecsandro (Alex) J. P. RATTS
2017 Revista Latino-Americana de Geografia e Gênero  
Resumo Women and the Street: Between Fear and Feminist Appropriations in Goiania City, Goiás A pesquisa realizada com mulheres feministas busca compreender como elas se apropriam das ruas da cidade e pensar as diferenças de gênero, raça, sexualidade por intermédio das suas experiências vividas nesses lugares. A metodologia adotada utilizase das narrativas de lideranças feministas da cidade de Goiânia, por meio de entrevistas semiestruturadas. Apesar do sentimento de medo ao estarem nas ruas, as
more » ... starem nas ruas, as mulheres ocupam coletivamente esses espaços, através de diferentes ações. As apropriações acontecem a partir da vivência entre elas, onde constroem, simultaneamente, suas identidades feministas e os feminismos. Numa relação com e entre os lugares, as mulheres os criam e recriam. PalavrasChave: Cidade; Rua; Mulheres Feministas. El estudio realizado con mujeres feministas busca comprender la forma en que se apropian de las calles de la ciudad y pensar las diferencias de género, raza y sexualidad por intermedio de sus experiencias vividas en estos lugares. La metodología adoptada utiliza las narrativas de las líderes feministas en la ciudad de Goiânia a través de entrevistas semiestructuradas. A pesar de la sensación de miedo cuando están en las calles, las mujeres ocupan colectivamente estos espacios, a través de diferentes acciones. Las apropiaciones se dan a partir de su experiencia, en la que construyen simultáneamente sus identidades feministas y los feminismos. En una relación con y entre los lugares, las mujeres los crean y recrean. PalabrasClave: Ciudad; Calle; Mujeres Feministas. Resumen This research about feminist women aims to understand how they appropriate the city streets and to think differences of gender, race, and sexuality through their experiences in these places. The methodology recurred to narratives by feminist leaders from Goiânia city, by means of semistructured interviews. Despite the feeling of fear of being on the streets, women collectively occupy these spaces through different actions. The appropriations happen from from the experience between them, since they build both their feminist identities and the feminisms. In a relationship with and between the places, women create and recreate their spaces. Abstract As Mulheres e a Rua: Entre o Medo e as Apropriações Feministas da Cidade de Goiânia -Goiás Rose (1993) , com base em Teresa de Lauretis e Judith Butler, estas, por sua vez, referenciadas em Michel Foucault, adota uma postura desconstrucionista da ciência geográfica e traz uma proposta de análise da realidade a partir do conceito de "espaço paradoxal". Esta perspectiva teórica e metodológica é complexa e envolve várias dimensões e articulações. A autora afirma que se deve pensar simultaneamente o estar dentro e fora, no centro e na margem, o 'nós' e os 'outros' através dos diferentes lugares. Para ela, o espaço paradoxal compreende múltiplas teias de sociabilidade, cada uma com sua espacialidade, onde cada indivíduo está inserido em múltiplas teias ________________ 1
doi:10.5212/rlagg.v.8.i1.0012 fatcat:xqpluityhfak3nvmpdofdodjrq