Pesquisa de Rickettsia spp em carrapatos Amblyomma cajennense e Amblyomma dubitatum no Estado de São Paulo

Richard Campos Pacheco, Maurício Cláudio Horta, Adriano Pinter, Jonas Moraes-Filho, Thiago Fernandes Martins, Marcello Schiavo Nardi, Savina Silvana Aparecida Lacerra de Souza, Celso Eduardo de Souza, Matias Pablo Juan Szabó, Leonardo José Richtzenhain, Marcelo Bahia Labruna
2009 Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical  
Foi pesquisada a presença de riquétsias em 3.545 carrapatos Amblyomma cajennense e 2.666 Amblyomma dubitatum. Através do teste de hemolinfa, reação em cadeia pela polimerase e isolamento de rickettsia em cultivo celular, todos os Amblyomma cajennense foram negativos, sendo que 634 (23,8%) Amblyomma dubitatum mostraram-se infectados com Rickettsia bellii.
doi:10.1590/s0037-86822009000300023 pmid:19684990 fatcat:qjrofqcmqzdenhl6jvuivgq3ze