CORPO E CIDADE NO SERTÃO PERNAMBUCANO: ARTE, DIÁLOGO SOCIAL E NOVAS IDEIAS

Juliano Varela De Oliveira
2017 A Cor das Letras  
O século XXI surgiu num contexto em que o ambiente urbano passou a ser visto como espaço aglutinador de inovações tecnológicas e grandes problemas sociais. As cidades vêm se tornando locus de uma convivência humana ao mesmo tempo encantadora e caótica. Corpo e cidade estão coimplicados numa dinâmica processual de transformações socioculturais e espaciais, por meio da qual a vida dos indivíduos e o significado dos lugares adquirem uma característica singular na contemporaneidade: a imbricação e
more » ... de: a imbricação e a mudança de sensações. Ao mesmo tempo em que a cidade atrai, ela expulsa, repugna. Ao mesmo tempo em que o corpo se adapta à cidade, ele se revolta contra ela. Com base nisso, o trabalho objetiva apresentar os primeiros resultados de uma pesquisa que vem sendo realizada no âmbito do Laboratório de Estudos, Experimentos e Vivências em Artes Cênicas e Cidades (Laborarte) com alunos do IF Sertão PE (Campus Ouricuri) e comunidade em geral. O intuito da pesquisa é efetivar uma dinâmica artística de leitura e compreensão da cidade. Como resultado, vem sendo possível observar a expansão do diálogo entre indivíduos e seus lugares de vida, na perspectiva da construção de novas ideias para o Sertão Pernambucano.
doi:10.13102/cl.v14i1.1450 fatcat:tejb2h35tnhghljr22h64wbtou