O "ficar" na adolescência e paradigmas de relacionamento amoroso da contemporaneidade

José Sterza Justo
2005 Revista del Departamento de Psicología - UFF  
O ficar é um relacionamento afetivo bastante popular entre os adolescentes e caracteriza-se por ser breve, passageiro, imediatista, volátil e descompromissado. Análises comparativas demonstram que o ficar obedece à mesma lógica que rege outros relacionamentos. Seu caráter provisório e efêmero está presente, por exemplo, na abreviação dos vínculos empregatícios e na rarefação de relacionamentos outrora sólidos e duradouros tais como os de vizinhança e familiais. Vive-se hoje uma condição de
more » ... ma condição de aceleração do tempo, alargamento de espaço e movimentação humana sem precedente, impeditiva de vinculações psicossociais estáveis e prolongadas em todos os planos da vida: do amor ao trabalho.
doi:10.1590/s0104-80232005000100005 fatcat:jx7dvzqubvbmvbyfwl4mdmza24