USO DE PRÓTESE TOTAL E SÍNDROME DA FRAGILIDADE EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS

Patrícia Vidal de Negreiros Nóbrega, Cristina Marques de Almeida Holanda, Carmem Dolores de Sá Catão, Alcione Barbosa Lira de Farias, Ana Isabella De Arruda Meira Ribeiro, Álvaro Campos Cavalcanti Maciel
2018 Estudos interdisciplinares sobre o envelhecimento  
Introdução: Perda dentária constitui indicador prévio de envelhecimento acelerado, em particular nos idosos institucionalizados, sendo referencialmente tratada com reabilitações protéticas. Uma das manifestações patológicas do envelhecer que compartilha características com perdas dentárias é a síndrome da fragilidade.Objetivo: Avaliar relação entre uso de prótese total e síndrome da fragilidade em idosos institucionalizados. Métodos: Estudo transversal, com 69 idosos institucionalizados,
more » ... ionalizados, realizado em João Pessoa-PB, Brasil. Foram utilizados formulário para avaliar saúde bucal, condição protética e testes específicos para variáveis do fenótipo de fragilidade. Na análise estatística foram aplicados testes t-Student e Qui-Quadrado.Resultados: A amostra caracterizou-se pelo predomínio de frágeis (49,3%) e usuários de prótese total (50,7%). Os pré-frágeis e frágeis apresentaram maior prevalência de edentulismo e de uso de prótese total (56,3% e 39,4%, respectivamente). Contudo, não foram encontradas diferenças significativas entre os grupos (p = 0,05). Conclusão: É sugerido que o uso de prótese total não influencia a fragilidade em idosos institucionalizados.
doi:10.22456/2316-2171.63767 fatcat:ei3frcfrjjg6jhn3gg6fayllli