Variabilidade espacial da resistência mecânica do solo à penetração e umidade do solo em área cultivada com cana-de-açúcar na região de Humaitá, Amazonas, Brasil

M.C.C. Campos, R.E. Aquino, I.A. Oliveira, A.C. Bergamim
2013 Revista Brasileira de Ciências Agrárias  
RESUMO A resistência mecânica do solo à penetração (RP) é um atributo indicador da compactação, influenciada pela umidade do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a variabilidade espacial da resistência mecânica do solo à penetração e da umidade do solo em área com cultivo de cana-de-açúcar na região de Humaitá, Amazonas, Brasil; para a coleta de dados foi utilizada uma malha amostral de 70 x 70 m na qual foram marcados pontos com intervalo regular de 10 m, perfazendo o total de 64
more » ... total de 64 pontos. As amostras de solo foram coletadas nas profundidades de 0,00-0,15 m, 0,15-0,30 m e 0,30-0,45 m, para determinação da umidade do solo nessas camadas e a resistência do solo à penetração foi determinada utilizando-se penetrômetro de impacto. Os dados foram analisados por meio da estatística descritiva e de ferramentas de geoestatística. As variáveis em estudo apresentaram dependência espacial e o alcance apresentou valores maiores que os pré-estabelecidos na malha amostral enquanto a RP e a umidade do solo apresentaram relação espacial cujos menores valores de RP se concentraram nos maiores valores de umidade do solo. Palavras-chave: atributos físicos, conteúdo de água, geoestatística Spatial variability of soil resistance to penetration and soil moisture in the area cultivated with sugar cane in the region of Humaitá, Amazonas, Brazil ABSTRACT The mechanical resistance to penetration (RP) is an attribute indicator of compaction was influenced by soil moisture. The objective of this study was to evaluate the spatial variability of soil resistance to penetration and soil moisture on area under cultivation of sugar cane in the region of Humaitá, Amazonas, Brazil. We conducted a sampling grid of 70x70 m where points were scored at regular intervals of 10 m, a total of 64 points. Soil samples were collected at depths of 0.00 to 0.15 m, 0.15 to 0.30 I 0.30 to 0.45 m for determination of soil moisture and soil resistance to penetration in the field. After analysis of these data analyzes were descriptive statistics and geostatistics. We conclude that all the variables studied showed spatial dependence and range values were higher than stipulated by the sampling grid and the RP and soil moisture showed a spatial relationship where lower values of PR concentrated on smaller values of soil moisture.
doi:10.5039/agraria.v8i2a2091 fatcat:vw2jml4wlrfjlm4jovmh2nqgo4