PROSPECÇÃO TECNOLÓGICA SOBRE PROCESSOS E EQUIPAMENTOS PARA O DESFIBRAMENTO DO SISAL E OUTRAS PLANTAS FIBROSAS COM BASE NO DEPÓSITO DE PATENTES

Adalberto Luiz Cantalino, Ednildo Andrade Torres
2014 Cadernos de Prospecção  
RESUMO O trabalho apresenta um estudo prospectivo sobre processos e equipamentos utilizados para a extração de fibras de sisal, outros agaves e fibras vegetais. Para essa finalidade foi utilizada a base de dados europeia de patentes EP. A estratégia de busca foi elaborada a partir da Tabela de escopo contendo palavras chaves e códigos de Classificação Internacional de Patentes -CIP. Constatou-se que as patentes contidas na base EP datam de 1909 até 2013, com predominância da Grã-Bretanha,
more » ... Grã-Bretanha, seguidas da China e Estados Unidos. Para a combinação das palavras chaves e códigos CIP foram utilizados operadores Booleanos. Das 265 patentes encontradas, observam-se dois períodos de atividades inovadoras intermediados por um período de estagnação. Numa comparação sobre a evolução das patentes totais versus ano de depósito, entre a Grã-Bretanha, Estados Unidos e China, observa-se uma estagnação nos dois primeiros e um destaque para um crescimento vertiginoso da China a partir de 1986. Palavras chaves: Sisal. Desfibradora. Prospecção Tecnológica. ABSTRACT The paper presents a prospective study of processes and equipment used for the extraction of sisal, other agaves and vegetable fibers. For this purpose the European Patent -EP was used. The search strategy was developed from a scope table containing key words and International Patent Classification -IPC codes. It was found that the patents contained in the EP database dated from 1909 to 2013, predominantly from Great Britain, followed by China and the United States. For lhe combination of the keys words and IPC, Boolean operators were used. It was observed two periods of innovative activities mediated by a stagnation cycle. In a comparison on the evolution of total patents versus application year between Great Britain, the United States and China, there is a stagnation in the first two countries and a highlight for a rapid growth of China from 1986.
doi:10.9771/s.cprosp.2014.007.040 fatcat:enk4yl4r4jdbnfhryoxdxqk2qe