Artigo Original PERFIL LIPÍDICO E NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA DE ADOLESCENTES ESCOLARES Lipidic profile and the level of physical activity of adolescent scholars

Rcd Silva, Rfa López, F Pereira, Mfr Silva, A Macedo
2011 Rev Bras Promoç Saúde   unpublished
RESUMO Objetivo: Verificar a relação entre o perfil lipídico e o nível de atividade física de adolescentes escolares do município de Rio Verde-GO, Brasil. Métodos: Estudo descritivo e transversal, realizado em 2006, com população composta por 1.229 adolescentes escolares, de ambos os gêneros, com idades variando de 15 a 17 anos (X = 15,9 anos, DP+ 0,81), de escolas públicas e privadas. O nível de atividade física foi avaliado por meio do Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ).
more » ... teriormente, 48 adolescentes realizaram lipidograma. As concentrações lipídicas de colesterol total (CT), frações HDL-c (lipoproteína de alta densidade) e LDL-c (lipoproteína de baixa densidade) e triglicerídeo (TGL) foram determinadas e avaliadas segundo os pontos de corte propostos pelas III Diretrizes Brasileiras sobre Dislipidemias e Diretriz de Prevenção da Aterosclerose do Departamento de Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Cardiologia. A análise estatística ocorreu por meio do Teste binomial para duas proporções e Teste de Correlação de Pearson, adotando valores de p < 0,05. Resultados: Através da aplicação do IPAQ encontrou-se um percentual de 77,7% de adolescentes ativos e 22,3% de adolescentes insuficientemente ativos, com maior percentual de adolescentes ativos no sexo masculino (p = 0,0000). Adolescentes de ambos os sexos pertencentes à rede pública apresentaram-se mais ativos que os da rede privada. O perfil lipídico dos adolescentes avaliados apresentou-se dentro da normalidade. Conclusão: Não houve relação entre o nível de atividade física e o perfil lipídico dos adolescentes avaliados. Descritores: Aptidão Física; Dislipidemias; Adolescente. ABSTRACT Objective: To assess the relationship between lipid profile and physical activity level of adolescent students in Rio Verde-GO, Brazil. Methods: A descriptive and cross-sectional study, conducted in 2006, with a population comprised by 1,229 adolescent students of both genders, aged 15 to 17 years (X = 15.9 years, SD + 0.81), from public and private schools. The level of physical activity was assessed through the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ). Later, 48 teenagers underwent a lipidogram (lipid profile). Lipid concentrations of total cholesterol (TC), HDL-c (high density lipoprotein) and LDL (low density lipoprotein) and triglycerides (TGL) were determined and assessed according to cutoff points proposed by the III Brazilian Guidelines on dyslipidemias and Guideline of Atherosclerosis, Department of Atherosclerosis of Brazilian Society of Cardiology. Statistical analysis was performed by binomial test for proportions and Pearson's correlation test, adopting p <0.05. Results: Applying IPAQ we found a percentage of 77.7% active adolescents and 22.3% of insufficiently active adolescents, with the highest percentage of active teens in males (p = 0.0000). Adolescents of both sexes from public network were considered more active than teens from private schools. The lipid profile of the studied adolescents was within normal range. Conclusion: There was no relationship between physical activity level and lipid profile of the adolescents assessed.
fatcat:4fnbbqitxzbpdo2o7i7467nvj4