Food and paremiology in Modern Portugal: "The guest and the fish at three days stink"
Alimentação e paremiologia no Portugal Moderno: "O hóspede e o peixe aos três dias fede"

Isabel Drumond Braga
2019 Humanitas  
Resumo Partindo do corpus paremiológico português da Época Moderna, designadamente das compilações de provérbios de António Delicado (1651) e de Rafael Bluteau (1712-1728, o presente texto procura responder à questão como foi entendido e representado o peixe, nos seus sentidos literal e figurado, no discurso proverbial de então, tendo em conta que os alimentos, além de apresentarem qualidades nutricionais muito variadas, evidenciam valores simbólicos diferenciados, de tal modo que se verificou
more » ... empre uma hierarquia de consumos relacionada diretamente com a raridade e com o preço dos géneros, tornando claro que determinados gastos eram socialmente prestigiantes. Para o efeito, recolheram-se todos os provérbios contidos nas fontes referidas, analisaram-se tendo em conta o contexto português da Época Moderna e fizeram-se as comparações consideradas pertinentes. O resultado da investigação traduziu-se numa abordagem inovadora aos provérbios como fonte histórica, demonstrando que a escolha e a utilização do peixe, como de qualquer outro alimento, traduzem recursos naturais disponíveis, poder económico e práticas identitárias da sociedade portuguesa da Época Moderna. Neste sentido, o peixe esteve associado aos hábitos alimentares que fizeram parte 132 Isabel Drumond Braga de um sistema cultural repleto de símbolos e significados capazes de determinar o quê, quando e como um produto era tornado ou não comestível. Abstract The present paper aims to answer the question, how fish was understood and represented, in its literal and figurative senses, in the Portuguese proverbs corpus of the Modern Age, namely in the compilations of Antonio Delicado (1651) and Rafael Bluteau (1712-1728). The foods presents several nutritional qualities and also symbolic values, in such a way that there was always a hierarchy of consumptions related directly to the rarity and the price of the foods, making clear that certain expenditures were socially prestigious. For this purpose, all the proverbs contained in the mentioned sources were collected, analyzed, taking into account the Portuguese context of the Modern Age. Some comparisons considered pertinent were done. The result of the research was an innovative approach to proverbs as a historical source, demonstrating that the choice and use of fish, like any other food, evidences available natural resources, economic power and identity practices of the Portuguese society of the Modern Age. In this sense, fish was associated with eating habits that were part of a cultural system plenty of symbols and meanings capable of determining what, when and how a product was made or not eatable.
doi:10.14195/2183-1718_73_7 fatcat:z737wwohqrcmlobzrjjyutx6jq