Estilos fluviais num ambiente semiárido, bacia do Riacho do Saco, Pernambuco

Jonas Otaviano Praça Souza, Ana Clara Magalhães Barros, Antonio Carlos de Barros Correa
2016 Finisterra - Revista Portuguesa de Geografia  
O crescimento da preocupação ambiental tem aumentado a necessidade de adoção de políticas de gestão de recursos hídricos. A compreensão das características e comportamento dos ambientes fluviais é essencial para uma gestão apropriada, em especial nos ambientes secos, primordialmente ambientes instáveis. O objetivo desta pesquisa procurou identificar e descrever os estilos fluviais da bacia do riacho do Saco, semiárido do Nordeste Brasileiro, e analisar o comportamento de cada estilo fluvial.
more » ... estilo fluvial. Para tanto foram usados dados ASTER GDEM, imagens QUICKBIRD e dados de campo, para identificar os elementos e características dos estilos fluviais. Na bacia do riacho do Saco foram identificadas quatro unidades de paisagem: área de cabeceiras, zona inundável, escarpa de falha e pedimento; as características desses compartimentos irão controlar os estilos fluviais, conjuntamente com os impactos antrópicos. Foram identificados sete estilos fluviais, entre eles canais de voçoroca na área de cabeceira, desenvolvidos em colúvios quaternários; canal preenchido na zona inundável; canais encaixados na zona de escarpa de falha; canal rochoso com planície de inundação descontínua na área pedimentar. A partir da identificação e caracterização dos estilos fluviais, a adoção de uma política para gestão dos recursos hídricos torna-se mais adequada.
doi:10.18055/finis3737 fatcat:bqfrlueeenceldmgaqms77lqi4