Telicidade e determinantes plurais indefinidos no espanhol da Espanha

Jean Carlos Da Silva Gomes, Adriana Leitão Martins
2020 Domínios de Lingu@gem  
A telicidade é uma noção aspectual semântica entendida como o ponto final inerente e linguisticamente marcado de uma situação. Segundo Moure (1990), a presença de determinantes como "el/un" direciona a uma leitura télica da sentença, enquanto a ausência de determinantes direciona a uma leitura atélica. No entanto, não se sabe a qual leitura os determinantes plurais podem levar. Determinantes plurais como "unos/algunos" podem ser interpretados como um tipo de determinante plural indefinido, que
more » ... al indefinido, que é o foco deste trabalho. De acordo com De Miguel (1999), esses determinantes direcionam a uma leitura atélica da sentença, ao passo que, segundo Rothstein (2008), eles direcionam a uma leitura télica. No espanhol, uma das formas de evidenciar o valor aspectual de telicidade é por meio de uma partícula conhecida como se télico. Investigou-se, neste trabalho, a compatibilidade dessa partícula aspectual com verbos cujos complementos são introduzidos por determinantes plurais indefinidos na variedade do espanhol da Espanha conhecida como castelhano setentrional peninsular. Os resultados indicaram que essa combinação é possível. Dessa forma, discutiu-se que a presença desse tipo de determinante direciona a uma leitura télica da sentença e que essa combinação sugere que o valor aspectual télico de uma sentença não depende da presença de uma medida precisa para a delimitação do complemento.
doi:10.14393/dl42-v14n2a2020-6 fatcat:7qbvzuwlyfazvi6jjxiisbfs2u