Um novo modelo de armazenagem para a erva-mate

Adriane Calegari, Eliandro Gustavo Bortoluzzi, Sérgio Luis Marquezi
2015 RACE: Revista de Administração, Contabilidade e Economia  
Neste trabalho apresenta-se um estudo sobre a armazenagem de erva-mate cancheada e propostas para aumentar a competência econômica das indústrias ervateiras. A partir do conhecimento dos processos de preparação da erva-mate e da forma pela qual é realizada a atual armazenagem, buscou-se identificar os fatores responsáveis pela conservação e pelas alterações das características do produto final, a fim de se estabelecer melhorias nos processos de armazenamento. Dentre esses fatores está a
more » ... ores está a luminosidade, que influencia tanto no sistema de cultivo da planta, sombreado ou não, quanto na armazenagem, pelo prédio onde a erva é estocada, sendo que sua contribuição negativa ocorre pela descoloração. A umidade mostra-se prejudicial à armazenagem, comprometendo a qualidade e modificando o sabor e a cor da matéria-prima. A temperatura é a variável de menor influência perante os objetivos do estudo. Como variáveis internas, a clorofila é responsável pela cor da erva-mate. As saponinas, as metilxantinas, os taninos e o teor de magnésio são responsáveis pelo sabor da erva-mate. Existem outros fatores, como a época de poda, as condições de cultivo da planta e o tempo de sapeco, que também influenciam no sabor e na cor. Assim, o resultado deste estudo demonstra que a estocagem de erva-mate com a ausência de luminosidade e com umidade e temperaturas controladas podem conservar melhor o sabor e a cor original, garantindo condições mais favoráveis ao consumidor, como a qualidade do produto, e dotando o fabricante com diferencial perante a concorrência no produto e no preço final. Palavras-chave: Erva-mate. Armazenagem. Conservação. Qualidade.
doaj:53dd2091447d48808e2d62914ac22a93 fatcat:34kxrnpk3bfg7o7q54mbfgi4tq