Ékphrasis e as fronteiras da descrição em Tácito

Fábio Faversani
2015 Letras Clássicas  
Este artigo busca analisar dois episódios dos Anais, de Tácito, que permitem apontar para o afastamento entre o que era dado a ver e o que fato se passava nos ambientes aristocráticos no Principado romano. Essa tensão entre o que via/dizia e o que se fazia/pensava é fundamental para entender a ékphrasis na estratégia narrativa taciteana.
doi:10.11606/issn.2358-3150.v19i1p43-53 fatcat:vwmnvnmiszhk5ajh3h5o6tntz4