Forragem hidropônica de milheto: produção e qualidade nutricional em diferentes densidades de semeadura e idades de colheita

Liziany Müller, Osmar Souza dos Santos, Paulo Augusto Manfron, Sandro Luís Petter Medeiros, Valdecir Haut, Durval Dourado Neto, Nilson Lemos de Menezes, Danton Camacho Garcia
2006 Ciência Rural  
Com objetivo de avaliar a produtividade e a qualidade nutricional da forragem hidropônica de milheto, realizou-se um experimento no Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) - RS, identificando a densidade adequada de sementes e a idade ideal de colheita. Adotou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado; os tratamentos foram distribuídos em esquema fatorial 4x2, constituídos por quatro densidades de semeadura (0,5, 1,0, 1,5 e 2,0kg m-2) e duas
more » ... m-2) e duas colheitas (10 e 20 dias). Não foi observada significância à interação densidade x idade de colheita para nenhuma das variáveis analisadas. A estatura, a fitomassa seca, a hemicelulose e a lignina não foram influenciadas pela densidade de semeadura. O aumento da densidade de semeadura promoveu incremento na fitomassa fresca e no teor de proteína bruta e redução nos teores de fibra em detergente neutro e ácido e em celulose. A colheita aos 10 dias permitiu maiores valores de fitomassa fresca e seca, de hemicelulose, de celulose e menores valores de fibra em detergente neutro e ácido, e de lignina. Em relação à proteína bruta, não foi observada diferença significativa para as colheitas aos 10 e 20 dias. Pode-se sugerir o cultivo da forragem hidropônica de milheto, com densidade de semeadura de 2kg m-2, e colheita aos 10 dias, para se obter boa produção com qualidade nutricional.
doi:10.1590/s0103-84782006000400008 fatcat:e6nh3yk2kbh33gmgexmhauxh5q