Desproporção congênita de fibras: atrofia de fibras tipo I- relato de 11 casos

José Antonio Levy, Mary Souza de Carvalho Alegro, Edgard S. Lusvarghi, Paulo N. B. Salum, Ana Maria C. Tsanaclis, Ângela Levy
1987 Arquivos de Neuro-Psiquiatria  
Os autores relatam 11 casos de desproporção congênita de fibras, comprovados pelos exames clínicos e complementares, em que as retrações fibrotendinosas precoces foram freqüentes, o CPK mostrou-se elevado e, na biópsia muscular, a histoquímica revelou atrofia seletiva das fibras tipo I. Trata-se de distrofia congênita pouco freqüente, de progressão lenta e evolução benigna.
doi:10.1590/s0004-282x1987000200008 pmid:3426422 fatcat:k2bbpofgrjhvpkirziz5x7e3my