Efeito do Teor de Umidade e da Direção de Carregamento na Resistência de Ligações Pregadas em Madeiras de Reflorestamento

C.N. Xavier, A.M. Nascimento, L.A.C. Nascimento, M.A. Silva
2016 Ciência da Madeira  
RESUMO O objetivo deste estudo foi avaliar a influência da direção de carregamento (paralelo e perpendicular às fibras) e do teor de umidade na resistência da ligação pregada nas madeiras de Corymbia citriodora, Eucalyptus pellita e Eucalyptus paniculata. Além disso, averiguar se os resultados experimentais se ajustam às resistências de cálculo. Para tal, determinou-se a densidade básica, o teor de umidade, a resistência à compressão paralela, a resistência ao embutimento e a resistência
more » ... resistência paralela e perpendicular da ligação às fibras da madeira. Todos os ensaios foram realizados segundo a norma brasileira vigente para estruturas de madeira. A madeira foi oriunda de árvores das espécies C. citriodora e E. pellita, com 17 anos de idade e E. paniculata com aproximadamente 60 anos. Os resultados demonstraram que não há equivalência entre a resistência à compressão e a resistência ao embutimento para as madeiras de Corymbia citriodora e Eucalyptus pellita, enquanto que na madeira de Eucalyptus paniculata essa equivalência foi verificada. Na madeira de Eucalyptus pellita houve a maior redução de resistência, quando carregada na direção perpendicular às fibras. O fator de correção de resistência, da madeira na condição úmida para condição seca com 15% de umidade foi 0,9, diferente do valor 0,8 proposto pela norma brasileira. Palavras-chave: Ligações estruturais; madeira de eucalipto; resistência; embutimento. Effect of moisture content and direction of loading in the resistance of nailed connections in reforested wood ABSTRACT The objective of this research was to evaluate the influence of both loading direction (parallel and perpendicular to fibers) and moisture content in the resistanceof nailed connections in Corymbia citriodora, Eucalyptus pellita and Eucalyptus paniculata woods; and to verify if experimental results are according to the resistance calculation. Basic density, moisture content, parallel compression strength, embedment strength and strength in parallel and perpendicular directions to the fibers of woods were determined. All tests were performed according to current Brazilian standard for wood structures. The wood samples was cut from trees of C. citriodora and E. pellita with 17 years old and E. paniculata with around 60 years old. Results did not show equivalence between compression strength and embedment strength for Corymbia citriodora and Eucalyptus pellita. On the other hand, Eucalyptus paniculata wood presented this equivalence. Eucalyptus pellita wood presented the highest resistance reduction when loaded perpendicularly to the fibers. Factor of resistance correction was 0.9, which differed from the factor of correction established by the Brazilian standard (0.8) for wood in wet conditions with 15% of moisture content.
doi:10.12953/2177-6830/rcm.v7n1p51-60 fatcat:qxoso6mvf5bqloxa3hajd2pk2a