VIOLENTA SEDUÇÃO: O FEMININO MALDITO EM LÚCIO CARDOSO

Cristiano Rosa, Raquel Lima
2016 ITABAIANA: GEPIADDE, Ano   unpublished
RESUMO A análise comparativa no corpo do texto foi estabelecida entre duas personagens femininas das narrativas cardosianas, Stela e Nina, respectivamente das obras Inácio (1944) e Crônica da casa assassinada (1959). As personagens utilizam-se da própria sensualidade como uma arma, é uma beleza monstruosa e fatal. Tanto Nina quanto Stela representam os perfis da feminilidade maligna, ambas são descritas em seus respectivos enredos como mulheres perversas e cruéis. Nina ao mesmo tempo em que
more » ... mo tempo em que desperta o desejo, também traz o desconserto da família Meneses, já Stela é a prostituta mais cobiçada do Rio de Janeiro e a sua beleza também é mortífera. Para desenvolver a leitura sobre estudos comparativos recorreu-se a NITRINI (2010) e as teorias que envolvem as faces dos monstros JEHA (2007), entre outros aportes críticos que nortearam a pesquisa. PALAVRAS-CHAVE: análise comparativa; narrativas cardosianas; personagens femininas; feminilidade maligna. ABSTRACT It has been established in the text a comparative analysis between two female characters of the "cardosian" narratives, Stela and Nina, respectively from the works "Inácio" (1944) and "Crônica da casa assassinada" (1959). The characters make use of their own sensuality as a weapon, that is, a monstrous and fatal beauty. Nina and Stela together represent an evil femininity profile. Both are described in their respective plots as depraved and cruel women. While awakening people's desire, Nina causes disturbance to the Meneses family. Stela, in her turn, is the most wanted prostitute in Rio de Janeiro and her beauty is also deadly. The research resorted to NITRINI (2010) and Jeha's (2007) theories involving the faces of monsters in order to develop reading on comparative studies, among other critical contributions that guided the research.
fatcat:yuwg2mr5gff55a4pmnhrcakt6a