ESTUDO COMPARATIVO ENTRE OS MÉTODOS FMEA E HAZOP APLICADOS À PRODUÇÃO DE BIOETANOL

Marcelo Giroto Rebelato, Leonardo Lucas Madaleno, Gustavo Borba Ferrari, Andréia Marize Rodrigues
2015 Revista Gestão Industrial  
Resumo O objetivo deste trabalho consiste em apresentar um estudo comparativo entre os métodos FMEA e HAZOP aplicados ao ambiente de fabricação do bioetanol. O trabalho desenvolve, na forma de indicadores categóricos congruentes com a lógica fundamental dos chamados "métodos de análise de causas raízes de problemas", oito critérios com vistas ao confronto entre FMEA versus HAZOP. Em seguida, ponderam-se quantitativamente os critérios desenvolvidos. Por fim, comparam-se os dois métodos sob o
more » ... s métodos sob o panorama de cada um dos oito indicadores desenvolvidos. O trabalho de ponderação dos critérios e posterior confrontação entre FMEA x HAZOP foi realizado por meio do método Analytic Hierarchy Process (AHP). Os julgamentos necessários ao método AHP foram realizados por uma equipe de especialistas oriundos da indústria sucroenergética paulista. O teste de consistência mostrou que os valores atribuídos às prioridades relativas podem ser julgados consistentes. Como resultado, o método HAZOP foi considerado cerca de duas vezes e meia superior ao método FMEA dentro do contexto estudado. Palavras-chave: método FMEA; método HAZOP; método AHP; produção de bioetanol. Introdução O processo de produção do bioetanol carrega um alto risco inerente, pois envolve a fabricação de um produto facilmente inflamável. Enquanto as ignições são um sério risco a qualquer indústria, em uma planta produtora de biocombustíveis estas podem causar incêndios e explosões com prejuízo de algumas centenas de milhares de dólares ao produtor, além de mortes e/ou lesões permanentes aos operários. Ademais, o processo produtivo do etanol é do tipo contínuo puro. Isto significa que, em caso de interrupção de qualquer uma das etapas produtivas, por falha
doi:10.3895/gi.v11n1.1802 fatcat:q4edtc2s3vdvvgghtfklxzjq6a