Os nomes da língua: configuração e desdobramentos do debate sobre a língua brasileira no século XIX

Olga Ferreira Coelho
2008 Revista do Instituto de Estudos Brasileiros  
Resumo No século XIX, a determinação do grau de autonomia da modalidade de língua portuguesa utilizada no Brasil foi tema de calorosas e recorrentes discussões. Intelectuais de diferentes especialidades nascentes mobilizaram-se em torno desse assunto e contribuíram para que ele se mantivesse em evidência até, pelo menos, as quatro primeiras décadas do século XX. Neste artigo, valendo-nos, sobretudo, dos trabalhos de Rubim (1853), Beaurepaire-Rohan (1888) e Macedo Soares (1875/1889 e 1874/1891)
more » ... /1889 e 1874/1891) -dedicados à compilação e à descrição do léxico específico do português do Brasil -, acompanhamos esse debate, procurando avaliar implicações que o privilégio da dimensão vocabular da língua trouxe para a discussão e para certas práticas de tratamento da linguagem que começaram a se articular no país a partir dos anos 1800. Palavras-chave português do Brasil; léxico; século XIX; historiografia lingüística. revista ieb n47 setembro de 2008 Abstract In the XIXth century, the resolution on the degree of authonomy of the Portuguese language modality used in Brazil was the subject of vigorous and recurrent discussions. Intellectuals coming from different emerging fields gathered this subject and contributed to keep it on the agenda, at least, the four first decades of the XXth century. In this paper, mainly based on the works of Rubim 1853, Beaurepaire-Rohan 1888 and Macedo Soares 1875/1889 and 1874/1891 -dedicated to the compilation and description of the specific lexicon of Brazilian Portuguese -, we follow this debate, in the attempt of evaluating implications that the privilege of the lexical dimension of the language brought to the discussion and to certain linguistic practices which started in the country in the 1800s.
doi:10.11606/issn.2316-901x.v0i47p139-160 fatcat:7gep47tgpbe3xp264p5n2rujgu