A waiting list group in anxiety ambulatory

Juliana Gennari Barbosa, Andreia Mara Angelo Gonçalves Luiz, Neide Aparecida Micelli Domingos, Luan Flávia Barufi Fernandes
2008 Revista Brasileira de Terapias Cognitivas  
Endereço para correspondência RESUMO Transtornos de ansiedade estão entre os mais comumente observados na população geral e nos serviços de atenção primária à saúde. Este estudo teve como objetivo avaliar, sob a perspectiva dos pacientes, o atendimento em grupo de sala de espera oferecido em um ambulatório de transtornos de ansiedade. Participaram 61 pacientes (IM: 42,30), a maioria do sexo feminino (70,5%). Os principais resultados indicaram que a maioria dos pacientes julga a sala de espera
more » ... a sala de espera importante, principalmente pelo fato de terem a oportunidade de aprender mais sobre a doença; a maior parte deles participa do grupo para conversar/tirar dúvidas e definiu a ansiedade como manifestação de aspectos psicológicos; em relação aos sentimentos, uma grande parte deles relatou sentir-se com esperança após participar do grupo e relata que a sala de espera foi útil por ter ajudado a esclarecer dúvidas sobre a 57 doença e alguns deles fizeram elogios ao grupo. Pode-se concluir que os pacientes estão satisfeitos com o serviço prestado e consideram a sala de espera importante e útil principalmente pelo esclarecimento de dúvidas. Acredita-se que a realização de novas investigações, nessa área, pode corroborar e complementar os resultados obtidos nesse estudo. Palavras-chaves: Transtornos de ansiedade, Terapia cognitivo-comportamental, Sala de espera. ABSTRACT Anxiety disorders are among the most common disorders observed in the general population and in health care. This study had the intention to evaluate, from the patients' point of view, the attendance in wait-list group in an anxiety disorders ambulatory. We observed 61 patients with a middle age of 42.30, the majority of which were female (70.5%). Results indicated that a great number of patients thought that the wait-list was important, mainly to learn more about the disease; talk about doubts and define anxiety as a manifestation of psychological aspects; in relation to feelings, most patients said that they felt hope after leaving the group, mentioned that the wait-list helped them with doubts about the illness and some of them made praises to the group. We concluded that the patients are satisfied with the attendance and consider the wait-list important and helpful, mainly in explaining doubts. We believe that new research in this area may complete the results obtained in this study.
doi:10.5935/1808-5687.20080015 fatcat:qcixvcfov5em3gmt466jkj3xcu